Advertisements

Blog Archives

Gucci inaugura sua primeira loja no Rio de Janeiro

gucci-2

Depois de abrir três lojas em São Paulo e uma em Brasília, a grife italiana, sinônimo de luxo classe AAA+, inaugura sua primeira loja no Rio de Janeiro. A boutique conta com um espaço de 325m², localizado no novo templo de consumo de luxo carioca, o Village Mall, na Barra da Tijuca.

O projeto foi assinado por Frida Giannini, diretora criativa da Gucci e conta com uma mistura de mármore, madeira pau-rosa, espelhos de bronze, materiais tipicamente brasileiros como o mármore negro, usado em todo o chão da fachada da loja, além de várias outras referências ao estilo Art Deco

“Esta é a quinta loja que abrimos no Brasil e a primeira do Rio de Janeiro, reforçando nossa confiança no potencial do mercado brasileiro a longo prazo.  A partir deste ano teremos uma equipe operacional em São Paulo para dar suporte exclusivo ao crescimento de nossos negócios no país e na América Latina”. (Patrizio di Marco, CEO da Maison)

Diferente das lojas na capital paulista, no Rio o foco será nos acessórios masculinos e femininos, malas e bolsas, joias  e a linha infantil da grife. Além disso, a unidade já inaugura com os produtos da linha GG Flag Collection, que são identificados com as cores da bandeira brasileira, em homenagem ao país.  Cada item vendido desta coleção terá 25% do seu valor doado para ações do Unicef. Legal, né?

gucci-1

gucci- 3

Advertisements

Rodrigo Santoro é considerado “O homem do ano”, segundo a GQ

rodrigo-santoro

O ator recebeu o título de homem do ano no cinema devido a sua atuação no filme ‘Heleno’.  Essa é a segunda edição do prêmio nacional que aconteceu na última semana no hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, e que premia personalidades em 15 diferentes categorias.

Tiago Leifert, apresentador do The Voice Brail,  foi quem fez as honras da casa apresentando o evento, que teve entre os convidados os atores Marcos Palmeira, Luana Piovani, Thierry Figueira, Daniel Rocha e o técnico de vôlei José Roberto Guimarães, que levou o prêmio na categoria Esporte.

Apple anuncia o iPad Mini

Acaba de acontecer mais um grande?  lançamento da apple para os aficionados pelos produtos da empresa. Tim Cook,  CEO da Apple,  abriu o evento anunciando a vendagem, até o momento, do iPhone 5 “foram 5 milhões de unidades vendidas em uma semana”.

Depois de muita encher  linguiça, Tim anunciou o novo iPad mini, a quarta geração do aparelho. Ele vem com processador A6X, promete uma bateria com 10 horas de duração,  câmera de FaceTime com 720p, conector Lightining, igual do novo iPhone 5.

(Phill Schiller – Vice Presidente  de Marketing da Apple)

Uma das coisas que as pessoas reclamavam era o tamanho do iPad. O Mini cabe na palma da mão, possui tela de 7,9 polegadas, é bem mais fino e 53% mais leve que as versões anteriores.

Resumindo, assim como no iPhone 5, as mudanças no iPad são mínimas.  Fico me perguntando o que faz a Apple parar uma tarde inteira para fazer um anúncio como esse. Steve Jobs deve estar se revirando no caixão.

Bom, quem ficou interessado em trocar pela terceira vez o seu iPad, a quarta geração sairá por US$ 329 na versão de 16GB e Wi-Fi, US$ 429 na versão de 32GB e US$ 519 na versão de 64GB.

Ainda não há previsão de lançamento no Brasil e com certeza os preços serão BEM diferentes!

(Fotos: reprodução)

Enfim, tudo sobre o iPhone 5

Não se fala em outra coisa além do lançamento do novo iPhone 5, anunciando esta tarde pelo vice presidente de marketing da Apple, Phil Shiller, direto de São Francisco, na Califórnia.

Phil subiu ao palco para apresentar a evolução do smartphone desde a primeira geração, criada em 2007, até mostrar o tão aguardado iPhone 5.

É o produto mais bonito que já fizemos (Tim Cook)

O interessante é que nada é mais parecido com os rumores que circulavam pela internet, como o novo produto da Apple. Ou seja, não há praticamente novidade alguma.

O novo aparelho ficou mais fino e com a tela bem maior que seus antecessores. O iPhone apresentado possui 7.6mm de espessura e pesa aproximadamente 112g.  Além disso, ele é fabricado em alumínio e vidro, tendo a parte traseira fosca, o que lembra um pouco a o iPhone 2 – que na minha opinião é o mais bonito que já lançaram. O aparelho possui  tela de 4 polegadas e processador A6, duas vezes mais rápido que a versão anterior.

Uma das maiores reclamações dos usuários do iPhone é a bateria. E pelo visto a Apple os ouviu e resolveu dar uma melhoradinha. O Novo iPhone suporta até 8 horas com o 3G, 10 horas em Wi-Fi e até 225 horas em Stand-by. Não só foi o tempo de duração da bateria que mudou, mas também o conector. O chamado Lighting, contará com oito pinos e será muito menor que os outros modelos, também utilizados em iPods, iPads, e que possuíam 30 pinos. O objetivo dessa mudança foi ampliar o espaço interno do aparelho, que agora possui não um mas três microfones. Para quem ficou desesperado com essa mudança, a Apple vai lançar um adaptador para os formatos anteriores. A parte, claro! O preço ainda não foi revelado.

A Siri ficou um pouquinho mais inteligente, mas ainda não fala português. Agora ela consegue fazer buscas mais detalhadas, como escolher um filme, por exemplo. Pelo comando de voz, ela traz para a tela do aparelho uma lista dos filmes mais comentados e com maior número de classificações positivas. Já é alguma coisa, não?

A “grande” mudança no iPhone são os mapas. Sim, os mapas. Se antes você usava a o Google maps do seu aparelho para se localizar, agora a Apple criou seu próprio aplicativo que mostra os lugares em 3D. Wow, hein!

Os preços serão os mesmos da versão anterior: US$ 199 para a versão de 16GB, US$ 299 para a de 32GB e US$ 399 para o de 64GB. As vendas nos EUA, Reino Unido, Canadá, Japão, Hong Kong, Singapura, França, Alemanha e Austrália começam dia 21 de setembro. No Brasil ainda não tem data para chegar, mas possivelmente virá pelo mesmo preço que o seu antecessor. Ou seja, quem pensa em trocar mais uma vez de telefone, prepare o bolso.

iPhone 5: tudo sobre os rumores que rodeiam seu lançamento

Sempre fui um pouco resistente ao iPhone. Tenho blackberry há anos e nunca pensei em trocá-lo por qualquer outro aparelho. Há um tempo comecei a olhar o iPhone com outros olhos, principalmente pela quantidade de aplicativos que, segundo os usuários, transformam suas vidas.

Depois do lançamento do modelo 4S, as suas mudanças no sistema operacional e a chegada  da famosa Siri, as pessoas começaram a se questionar o que viria pela frente. O segredo foi mantido à sete chaves até vazarem fotos de protótipos que seriam do novo iPhone 5.

 Fontes do 9To5Mac confirmam que as fotos vazadas são mesmo do novo modelo e que há muitas outras mudanças além do design. O conector dock é menor, a entrada para o fone de ouvido saiu do topo e passou para a parte inferior do aparelho.  A parte traseira do iPhone, onde na outras versões era de vidro, ganha uma camada de metal, tornando-o mais resistente a queda.

Além da tela de 4 polegadas, o os auto falantes foram redesenhados e uma das saídas do microfone remanejada para a parte traseira, facilitando a captação do som.

O novo aparelho já virá com o sistema iOS 6, que promete ter uma versão de mapas em 3D, pondo de lado o famoso Google Maps.

Legal, né? Ainda não tem uma data prevista para chegada do novo iPhone no Brasil, mas há rumores de que ele possa ser lançado em meados de setembro, junto com a atualização do sistema operacional.

Agora é esperar para chegar no Brasil e rezar para não ser lançado com os preços absurdos como sempre acontece.

H&M chega ao Brasil em 2013

Finalmente a rede sueca desembarca no Brasil e, ao contrário do que muitos especularam, não será através da compra da holandesa C&A.

De acordo com o jornal Brasil Econômico, a rede de fast fashion europeia chega em território brasileiro e contrata dirigentes das três maiores lojas de departamentos do país: C&A, Renner e Riachuelo. Três executivos  assinaram contrato com a H&M com multas de R$ 3 milhões.

De acordo com a publicação, a expectativa é que isso facilite a entrada da rede no mercado brasileiro e a faça ganhar espaço com a concorrência.

A ideia é abrir, já em 2013, 30 lojas espalhadas pelas principais cidades do país. Há especulações de que a empresa teria comprado parte da Riachuelo para assim facilitar a importação e a distribuição dos produtos pelo país, no entanto, a Fast fashion brasileira nega as afirmações.

Muita gente, assim como eu, deve estar dando pulos de alegria. Agora é esperar para ver se os preços serão tão bons quanto os aplicados lá fora, ou se  serão “ajustados” à realidade brasileira, ou seja, superfaturados.