Advertisements

Blog Archives

Gucci inaugura sua primeira loja no Rio de Janeiro

gucci-2

Depois de abrir três lojas em São Paulo e uma em Brasília, a grife italiana, sinônimo de luxo classe AAA+, inaugura sua primeira loja no Rio de Janeiro. A boutique conta com um espaço de 325m², localizado no novo templo de consumo de luxo carioca, o Village Mall, na Barra da Tijuca.

O projeto foi assinado por Frida Giannini, diretora criativa da Gucci e conta com uma mistura de mármore, madeira pau-rosa, espelhos de bronze, materiais tipicamente brasileiros como o mármore negro, usado em todo o chão da fachada da loja, além de várias outras referências ao estilo Art Deco

“Esta é a quinta loja que abrimos no Brasil e a primeira do Rio de Janeiro, reforçando nossa confiança no potencial do mercado brasileiro a longo prazo.  A partir deste ano teremos uma equipe operacional em São Paulo para dar suporte exclusivo ao crescimento de nossos negócios no país e na América Latina”. (Patrizio di Marco, CEO da Maison)

Diferente das lojas na capital paulista, no Rio o foco será nos acessórios masculinos e femininos, malas e bolsas, joias  e a linha infantil da grife. Além disso, a unidade já inaugura com os produtos da linha GG Flag Collection, que são identificados com as cores da bandeira brasileira, em homenagem ao país.  Cada item vendido desta coleção terá 25% do seu valor doado para ações do Unicef. Legal, né?

gucci-1

gucci- 3

Advertisements

GANT é premiada a melhor loja masculina de Los Angeles

A marca abriu uma nova loja em LA, a primeira da Costa Oeste. O espaço conta com 160 m² e fica em Abbot Boulevard, na famosa Venice Beach, um dos pontos mais badalados de toda Califórnia.

Foi natural para nós expandir para a costa oeste e tornar-se parte da comunidade de Venice Beach. Estamos animados para trazer a nossa herança da costa leste para cá, disse  David Arbuthnot, CEO da GANT EUA.

A loja foi projetada pelo português Américo Gonçalves e oferece variedade de roupas e acessórios para os homens, além das coleções feminina e masculina de Michael Bastian. Esta unidade é a quinta nos Estados Unidos, três ficam na cidade de Nova York e uma  no Campus GANT da Universidade de Yale, em New Haven, Connecticut. A proposta da marca é abrir, em breve, novas unidades em Georgetown e Boston, ainda este ano.

Para quem quiser e puder dar uma passadinha por lá, a Gant Californiana fica na  Abbot Kinney Boulevard 1308, Venice Beach. Los Angeles – CA.

 

No Brasil, a GANT tem uma Flagship Store na Rua Bela Cintra, 2203, no Jardins e no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo. E em Curitiba, no Shopping Cristal.

Abercrombie & Fitch finalmente chega ao Brasil

O drama para comprar uma camiseta da famosa marca americana que virou febre entre os jovens de classe média/média alta do país está com os dias contados. A Grife há um tempo estuda a possibilidade de abrir suas primeiras lojas em solo brasileiro e, ao que nos parece, já começou a colocar os planos em prática.

A Abercrombie & Fitch resolveu instalar seu escritório em um dos endereços mais nobres da capital paulista, a Av. Brigadeiro Luis Antônio, próximo ao parque do Ibirapuera. A ideia, a princípio, seria inaugurar sua primeira loja em São Paulo e aos poucos expandir para o Rio de Janeiro.

Quem já teve a oportunidade de ir a uma loja da grife no exterior, sabe o tratamento vip que os clientes recebem de seus vendedores, que mais parecem modelos. Todos muito bonitos, descamisados e que fazem as bee mulheres babarem em seus corpos esculturais e super sarados.

Além disso, a inauguração das lojas da A&F é  sempre um espetáculo à parte.  Dá só uma olhada em como foi a inauguração da loja de Singapura, no ano passado:

E aí, quem ficou feliz com a notícia?  Todos Comemoram!

Ralph Lauren deve abrir sua primeira loja no Brasil

Quem viveu a era da inflação nas alturas, nas década de 80, e da abertura econômica do governo de Fernando Collor, no início dos anos 90, nunca pensou que um dia não precisaríamos mais passar horas dentro de um avião para ter acesso a produtos que antes só eram encontrados nos Estados Unidos e Europa.  Veja bem, não estou aqui para falar de política ou economia, apenas fazendo uma retrospectiva e comparando  o momento que estamos vivendo – hoje somos uma das maiores economias do mundo. E claro, isso tem despertado o interesse de grandes empresas multinacionais no nosso mercado.

É pensando nesse nosso crescimento econômico que as maiores grifes internacionais têm se instalando cada vez mais em solo brasileiro. A chegada da Gucci Menswear, Prada, Chanel, Hermés e tantas outras, que antes era um sonho distante, é mais uma prova que estamos com uma imagem super positiva lá fora.

Desta vez, quem pensa em abrir um nova loja em São Paulo, mais precisamente no shopping JK Iguatemi, nova meca do luxo paulistano, é a Ralph Lauren. Em entrevista ao WWD o CEO da grife afirmou que está de olho nos novos mercados mundiais. “Estamos olhando para o mundo todo. China e Ásia têm sido locais muito importantes para nós, o Brasil também”. A marca é um dos maiores símbolos de status da aristocracia americana, principalmente para os homens que gostam de ostentar camisas e ternos bem cortados. A flagship da Madison Avenue, em Nova York , conta com o serviço Made to Measure, que oferece peças feitas sob medida para um público mais exigente.

Os preppies que ficaram animados com a notícia, podem começar a rezar. Se tudo for confirmado, a grife desembarca no Brasil muito em breve.

Fotos do interior da loja masculina, na Madison Avenue, em Nova York.

(Fotos: reprodução)

O Eles na Moda visita o Shopping Iguatemi JK

Um lugar bonito, moderno, mas que infelizmente ainda está com cara de obra inacabada. Talvez pela quantidade de lojas ainda fechadas. Quem foi esperando encontrar a última coleção na Gucci ou apreciar as novidades da Chanel perdeu a viagem. Assim como a Prada, essas e tantas outras estão apenas com os tapumes nos locais onde serão as futuras lojas mega cobiçadas pela classe AAA+ da cidade. Um desfile interminável de bolsas Prada, botas, coletes de pelo e polo Lacoste. Todos reparam em tudo o que todos estão vestindo e olham torto se não aprovam o que vêem. Bom, essa é a imagem da elite paulistana.

Tudo é muito branco, transparente e metalizado. Os corredores são bem largos, mas há momentos, principalmente próximo ao vão central do lugar, que tentaram aproveitar o espaço, sendo colocando uma área para crianças ou quiosques, que acabou ficando muito apertado e horrível para andar, pois as pessoas se esbarram, principalmente no último andar, próximo aos restaurantes Almanara e Ráscal.

Mas não só de lojas caras vive o Iguatemi JK. Para quem quer conhecer o lugar e não tem muita grana, mas não quer sair de lá de mãos abanando, tem a Hering, a Luigi Bertolli e a Top Man. Bom, esta última vou dar minha opinião, mas acredito que muita gente vai descordar. Não gostei de absolutamente nada. As roupas não são bonitas, os preços não são tão convidativos – se levarmos em consideração as peças – e o espaço é pequeno.  Para felicidade das meninas, a Topshop é bem maior, mas não entrei para ver os preços das coisas.

Encontrei o paraíso quando vi a Lacoste L!ve, uma das pouquíssimas flagship stores da linha jovem da grife, no mundo. Tudo é lindo e colorido, além de não ter aquela cara sisuda e engomadinha da Lacoste tradicional. Bom, já falei mil vezes desta nova linha da marca e o quanto eu sou fã dela. Não aguentei, tive que entrar. Saí com 3 tênis lindos! Os preços? Bom, Lacoste, né?

A praça de alimentação não comporta muita gente, e sinceramente não foi feita para uma região com tantos escritórios como a Vila Olímpia. O espaço não é tão pequeno, o problema é a disposição das mesas e cadeiras. Tem alguns sofás que cabem umas 5 ou 6 pessoas, mas pela disposição das mesas, se uma pessoa desconhecida se senta, elimina a possibilidade de outras também sentarem. As opções para comer não são muitas, mas são boas. Tem um BurgerKing  para quem sente falta de junkie food e Desfrutti para quem curte uma vibe mais natural.

O cinema. Por onde começar? Pela falta de energia, a desorganização, a super lotação, a falta de ar condicionado ou pelo preço absurdo que cobram por tudo isso?

Minha intenção era assistir A Era do Gelo 4 na sala 4D. No entanto, todas as sessões estavam lotadas, então decidi assistir ao novo filme do Homem Aranha.  Os preços das salas variam de R$ 39 a R$ 68. Clientes Santander, estudantes e maiores de 65 anos pagam meia entrada. A rede Cinépolis é a 4 maior do mundo e maior operadora de cinemas da América Latina, o que me espanta por ter visto tantas falhas. A estrutura é boa. Você pode assistir aos filmes tomando espumante, comendo um combinado de japonês ou escolher qualquer outro drink disponível no menu. Achei chique! As salas são hiper confortáveis, assentos de couro e reclináveis, mas…

O filme estava marcado para começar às 21h30, devido a falta de energia no cinema, foi necessário ligar o gerador para as pessoas da sessão anterior terminarem de assistir ao filme. Resultado: a minha sessão começou com 1hora de atraso. Quando liberaram a entrada, não havia óculos 3D suficiente para todos. As pessoas começaram a pegar óculos que estava numa caixa disponíveis para o filma da sala ao lado. Entramos sem nem mesmo conferirem nossos bilhetes. Podia ter entrado até mesmo sem pagar, tamanha desorganização.

A sala estava lotada, aquela tela gigante do Imax e o calor tomava conta. Sim, o ar condicionado não funcionava. As imagens, ainda no trailer, travaram 2 vezes.  Até que uma mulher lá embaixo grita: “quem quiser ir embora eles estão devolvendo o dinheiro!” Muita gente desistiu de assistir pelos inúmeros problemas e pela possibilidade de reaver o valor.

Enfim, saí de lá com uma impressão “ok” do lugar. Ainda tem muito o que acontecer ali dentro. Os problemas que enfrentei no cinema, não competem ao shopping e sim a Cinépolis. Não acredito que esses problemas sejam por ser um lugar novo, testes e treinamentos servem para que esses tipos de coisas não aconteçam. Mas vamos acompanhar. Voltarei lá mais vezes.

This slideshow requires JavaScript.

(Fotos: reprodução)

Vans lança linha especial do Authentic em tons pastel

A marca californiana mais admirada pelos skatistas acaba de lançar uma edição especial intitulada “California Brushed Twill”.  Trata-se da versão do Authentic, lançado em 1966, em novas cores.

O tênis é todo feito em cavas escovada e possui cadarço em couro marrom. As cores escolhidas para dar um UP ainda maior no visual do calçado foram o branco, rosa, amarelo e o azul, todas em tons pastel.

Dá só uma olhada e vejam se vocês aprovam:

Uma novidade ainda maior, e que acompanha o lançamento dessa coleção, é que a 1ª loja conceito da Vans no Brasil será inaugurada em breve dentro do futuro Shopping Iguatemi JK.

Já estão ansiosos? Vamos aguardar.

(Fotos: divulgação)