Advertisements

Blog Archives

H&M traz David Beckham só de cueca

O  jogador e marido de Victoria Beckham estrela o novo comercial para a sua linha  underwear para a Fast Fashion H&M. As cenas foram feitas em uma floresta nos arredores de Los Angeles e traz o bonitão correndo só de cueca por entre as árvores.

As gravações foram interrompidas por um tempo, devido a presença de alguns turistas que passavam pelo local.

Esta é a segunda coleção de roupas íntimas que o jogador faz, em parceria com a H&M.

 

E aí, será que vai ser sucesso?

(Fotos: reprodução)

Advertisements

H&M chega ao Brasil em 2013

Finalmente a rede sueca desembarca no Brasil e, ao contrário do que muitos especularam, não será através da compra da holandesa C&A.

De acordo com o jornal Brasil Econômico, a rede de fast fashion europeia chega em território brasileiro e contrata dirigentes das três maiores lojas de departamentos do país: C&A, Renner e Riachuelo. Três executivos  assinaram contrato com a H&M com multas de R$ 3 milhões.

De acordo com a publicação, a expectativa é que isso facilite a entrada da rede no mercado brasileiro e a faça ganhar espaço com a concorrência.

A ideia é abrir, já em 2013, 30 lojas espalhadas pelas principais cidades do país. Há especulações de que a empresa teria comprado parte da Riachuelo para assim facilitar a importação e a distribuição dos produtos pelo país, no entanto, a Fast fashion brasileira nega as afirmações.

Muita gente, assim como eu, deve estar dando pulos de alegria. Agora é esperar para ver se os preços serão tão bons quanto os aplicados lá fora, ou se  serão “ajustados” à realidade brasileira, ou seja, superfaturados.

David Beckham de cueca para a H&M

Comentei aqui no ano passado sobre a coleção de underwear do jogador em parceria com a H&M. Pois é, enfim a coleção saiu do papel e já está à venda nas unidades da fast fashion.  Na campanha de divulgação da coleção, David aparece só de cueca, claro. Para alegria de muita gente.

A coleção levou cerca de 18 meses para ficar pronta e, segundo o próprio jogador, foi inspirada em peças do seu próprio guardarroupa.

“Adoro desafios e espero que os consumidores da H&M estejam tão empolgados quanto eu”, afirmou David ao jornal britânico The Telegraph

As peças não parecem ter nada de extraordinário, muito pelo contrário, são bem simples. O preço está até razoável. Cada boxer, por exemplo, sai por £ 9,99 (cerca de R$ 29).

Dá uma olhada nas fotos da campanha:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E pra quem ficou super interessado em ter um guardarroupa parecido com o do beckham, preparei uma galeria com algumas fotos. Dá uma olhada:

This slideshow requires JavaScript.

E aí, o que acharam?

Versace lança nova coleção em parceria com a H&M

O sucesso da primeira coleção fez com que a maison italiana produzisse uma segunda coleção, desta vez pensando no verão europeu. A Cruise Collection é, na verdade, uma segunda parte da primeira coleção. Desta vez as peças estão mais frescas e clean. As roupas masculinas estão com uma paleta de cores bem leves e as estampas ficam por conta do famoso monograma da grife .

A má notícia é que, quem estiver passeando pelo velho continente ou algum outro país que tenha uma unidade da fast fashion, não vai conseguir comprar, pois a coleção estará à venda apenas online a partir de 19 de janeiro.

Eu simplesmente AMEI tudo. Dá só uma olhada e vejam se vocês concordam comigo:

Se quiser conhecer a coleção completa acesse: www.hm.com

H&M planeja comprar a C&A para entrar no mercado brasileiro

Não é novidade para ninguém que as lojas de fast fashion têm feito muito sucesso pelo mundo à fora. Isso acontece principalmente pelas parcerias que as grandes marcas e estilistas começaram a fazer com essas lojas de departamentos.

Há algum tempo jornais noticiam a chegada da japonesa Uniqlo ao Brasil e que seus representantes já estariam procurando um espaço na avenida Paulista para abrir sua primeira loja. A sueca H&M também  tem programado sua chegada ao país, provavelmente ainda em 2012. O problema é que, como a rede é uma das mais fortes na europa, no Brasil ela encontraria uma concorrente de peso: a C&A.  No entanto, segundo o blog “primeiro lugar” da revista Exame, a europeia  H&M estuda a aquisição da C&A de operar no Brasil.

Em 2010, a líder do mercado fast fashion no Brasil passou por alguns problemas financeiros. Os ventos começaram a soprar a seu favor, quando começou com as tantas parcerias com  cantoras internacionais como Beyoncé, Christina Aquilera e Fergie, estilistas como Alexandre Herchcovitch e Stella McCartney, e claro, com a bem sucedida parceria com top Gisele Bündchen.

A H&M segue o mesmo padrão e ganhou ainda mais força com as colaborações das marcas Versace e Lanvin. Caso isso realmente aconteça, a loja chegaria ao Brasil com uma estrutura pronta com cerca de 210 lojas espalhadas por todo país.

Bom, com ou sem a compra, seria uma boa termos algumas lojas da H&M espalhadas por aí, não acham? Só esperamos que os valores das peças sigam a linha dos preços da Europa e não supervalorizem como tudo que chega ao Brasil.