Advertisements

O Eles na Moda visita o Shopping Iguatemi JK

Um lugar bonito, moderno, mas que infelizmente ainda está com cara de obra inacabada. Talvez pela quantidade de lojas ainda fechadas. Quem foi esperando encontrar a última coleção na Gucci ou apreciar as novidades da Chanel perdeu a viagem. Assim como a Prada, essas e tantas outras estão apenas com os tapumes nos locais onde serão as futuras lojas mega cobiçadas pela classe AAA+ da cidade. Um desfile interminável de bolsas Prada, botas, coletes de pelo e polo Lacoste. Todos reparam em tudo o que todos estão vestindo e olham torto se não aprovam o que vêem. Bom, essa é a imagem da elite paulistana.

Tudo é muito branco, transparente e metalizado. Os corredores são bem largos, mas há momentos, principalmente próximo ao vão central do lugar, que tentaram aproveitar o espaço, sendo colocando uma área para crianças ou quiosques, que acabou ficando muito apertado e horrível para andar, pois as pessoas se esbarram, principalmente no último andar, próximo aos restaurantes Almanara e Ráscal.

Mas não só de lojas caras vive o Iguatemi JK. Para quem quer conhecer o lugar e não tem muita grana, mas não quer sair de lá de mãos abanando, tem a Hering, a Luigi Bertolli e a Top Man. Bom, esta última vou dar minha opinião, mas acredito que muita gente vai descordar. Não gostei de absolutamente nada. As roupas não são bonitas, os preços não são tão convidativos – se levarmos em consideração as peças – e o espaço é pequeno.  Para felicidade das meninas, a Topshop é bem maior, mas não entrei para ver os preços das coisas.

Encontrei o paraíso quando vi a Lacoste L!ve, uma das pouquíssimas flagship stores da linha jovem da grife, no mundo. Tudo é lindo e colorido, além de não ter aquela cara sisuda e engomadinha da Lacoste tradicional. Bom, já falei mil vezes desta nova linha da marca e o quanto eu sou fã dela. Não aguentei, tive que entrar. Saí com 3 tênis lindos! Os preços? Bom, Lacoste, né?

A praça de alimentação não comporta muita gente, e sinceramente não foi feita para uma região com tantos escritórios como a Vila Olímpia. O espaço não é tão pequeno, o problema é a disposição das mesas e cadeiras. Tem alguns sofás que cabem umas 5 ou 6 pessoas, mas pela disposição das mesas, se uma pessoa desconhecida se senta, elimina a possibilidade de outras também sentarem. As opções para comer não são muitas, mas são boas. Tem um BurgerKing  para quem sente falta de junkie food e Desfrutti para quem curte uma vibe mais natural.

O cinema. Por onde começar? Pela falta de energia, a desorganização, a super lotação, a falta de ar condicionado ou pelo preço absurdo que cobram por tudo isso?

Minha intenção era assistir A Era do Gelo 4 na sala 4D. No entanto, todas as sessões estavam lotadas, então decidi assistir ao novo filme do Homem Aranha.  Os preços das salas variam de R$ 39 a R$ 68. Clientes Santander, estudantes e maiores de 65 anos pagam meia entrada. A rede Cinépolis é a 4 maior do mundo e maior operadora de cinemas da América Latina, o que me espanta por ter visto tantas falhas. A estrutura é boa. Você pode assistir aos filmes tomando espumante, comendo um combinado de japonês ou escolher qualquer outro drink disponível no menu. Achei chique! As salas são hiper confortáveis, assentos de couro e reclináveis, mas…

O filme estava marcado para começar às 21h30, devido a falta de energia no cinema, foi necessário ligar o gerador para as pessoas da sessão anterior terminarem de assistir ao filme. Resultado: a minha sessão começou com 1hora de atraso. Quando liberaram a entrada, não havia óculos 3D suficiente para todos. As pessoas começaram a pegar óculos que estava numa caixa disponíveis para o filma da sala ao lado. Entramos sem nem mesmo conferirem nossos bilhetes. Podia ter entrado até mesmo sem pagar, tamanha desorganização.

A sala estava lotada, aquela tela gigante do Imax e o calor tomava conta. Sim, o ar condicionado não funcionava. As imagens, ainda no trailer, travaram 2 vezes.  Até que uma mulher lá embaixo grita: “quem quiser ir embora eles estão devolvendo o dinheiro!” Muita gente desistiu de assistir pelos inúmeros problemas e pela possibilidade de reaver o valor.

Enfim, saí de lá com uma impressão “ok” do lugar. Ainda tem muito o que acontecer ali dentro. Os problemas que enfrentei no cinema, não competem ao shopping e sim a Cinépolis. Não acredito que esses problemas sejam por ser um lugar novo, testes e treinamentos servem para que esses tipos de coisas não aconteçam. Mas vamos acompanhar. Voltarei lá mais vezes.

This slideshow requires JavaScript.

(Fotos: reprodução)

Advertisements

Posted on 08/07/12, in Lançamentos and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink. 2 Comments.

  1. Gostaria de conhecer esse tão falado shopping, quando for para Sp dou uma passada por lá… Acho que isso de lojas ainda não inauguradas acontecem em todos os lugares recém abertos, mas é esperar para ver.
    Abraço.

    • Ah, com certeza! Vale a pena dar uma passada lá para conhecer! O shopping é bonito, moderno. Ainda com muitas lojas fechadas, mas com tapumes informando a previsão de inaugurações. Acho que até o final do ano ele terá uma outra cara!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s